Linhas de pesquisa

Linhas de pesquisa 2018-07-26T16:35:33+00:00

O PPGS tem quatro grandes linhas de pesquisa que agrupam seus docentes a partir de temáticas comuns.

Consulte também a página DOCENTES para conhecer o profissional mais adequado para a sua orientação.

Esta linha de pesquisa objetiva estudar transformações sociais na contemporaneidade e na sua dimensão histórica, tendo como referência suas implicações na estrutura social, nas relações de poder e na constituição de sociabilidades subjetividades. Mudanças no trabalho, na produção e reprodução social dão novos sentidos à ação social, assim como às categorias espaço, tempo, moralidades e negociações identitárias. As cidades tornam-se lócus privilegiados das novas desigualdades sociais e espaciais, assim como campo de lutas. Inclui temas como globalização, inovações tecnológicas e mercado de trabalho; profissões; trabalho criativo, imaterial e reconfiguração das classes sociais; atores sociais e ação coletiva; mobilidade social, ocupacional e espacial; periferias e movimentos sociais urbanos, territorialidades e migrações; novas formas de solidariedade, mercados morais e religiosidade.

LEST-M -Laboratório de Estudos sobre Trabalho, Profissões e Mobilidades

Sociologia das Profissões

NEREP-Núcleo de Estudos de Religião, Economia e Política

NaMargem – Núcleo de Pesquisas Urbanas

Docentes associados à linha de pesquisa

Aline Suelen Pires, André Ricardo de Souza, Cibele Saliba Rizek, Gabriel de Santis Feltran, Isabel Pauline Hildegard Georges, Jacob Carlos Lima, Maria Aparecida de Moraes Silva, Maria da Glória Bonelli, Oswaldo Mário Serra Truzzi, Paul Charles Freston, Samira Feldman Marzochi.

O tema sociológico clássico da diferenciação social e das desigualdades econômicas refinou-se nas últimas décadas de forma a incorporar reflexões sobre identidades nacionais, religiosas, étnico-raciais, de gênero e sexualidade. Além das investigações baseadas na pesquisa de campo e em estatísticas, a produção cultural também se revelou um meio importante de análise para a compreensão dos mecanismos sociais de criação e reprodução da exploração, marginalização e subalternização de grupos sociais específicos. Abarca estudos que mantém a preocupação com as desigualdades sociais em seu viés socioeconômico assim como as que refletem sobre outras formas de subalternização de grupos e culturas: a reprodução das desigualdades por meio da indústria cultural; relações étnico-raciais contemporâneas na sociedade brasileira; relações de gênero e reprodução social; investigações históricas sobre os processos sociais de subalternização e controle de identidades sociais estigmatizadas; a diversificação do mercado religioso no Brasil.

Sociologia e Estudos da Diáspora Africana

Núcleo de Estudos Afro-brasileiros

Núcleo de Pesquisa em Diferenças, Gênero e Sexualidade

Grupo de Pesquisa em Sexualidade, Entretenimento e Corpo

Estudos sobre a criança, a infância e a educação infantil: políticas e práticas da diferença

Docentes associados à linha de pesquisa

Anete Abramowicz, Jorge Leite Júnior, Maria Inês Rauter Mancuso, Oswaldo Mário Serra Truzzi, Priscila Martins Medeiros, Richard Miskolci Escudeiro, Valter Roberto Silvério

Esta linha de pesquisa centra-se no estudo das transformações contemporâneas promovidas pelas novas tecnologias, pela questão ambiental e pelas sociabilidades rurais. Nos estudos sobre tecnologias, investiga suas aplicabilidades e impactos nas relações sociais e formas de sociabilidade, o ciberativismo e as relações entre subjetividades e a cultura digital. Acerca da questão ambiental, são investigados os padrões sociais de uso, regulação e acesso aos recursos naturais, os conflitos socioambientais, as interações complexas entre o sistema social e a natureza socializada e a dinâmica dos movimentos ambientalistas. As ruralidades contemporâneas são estudas a partir da questão agrária, das formas de exploração do trabalho rural, dos assentamentos rurais, das políticas públicas e dos conflitos pelo acesso aos recursos naturais no campo.

NAMCULT – Núcleo de Estudos em Ambiente, Cultura e Tecnologia

Trama: Terra, Trabalho, Migração e Memória

Ruras – Ruralidades, Ambiente e Sociedade

Docentes associados à linha de pesquisa

Maria Aparecida de Moraes Silva, Rodrigo Constante Martins, Rosemeire Aparecida Scopinho, Samira Feldman Marzochi, Richard Miskolci Escudeiro.

A linha discute o poder em suas diversas manifestações macro e microestruturais, institucionais e não institucionais, em especial nas relações entre Estado e Sociedade. Inclui pesquisas sobre conflitos sociais, ações coletivas e movimentos sociais; administração dos conflitos e da justiça; as dinâmicas de implementação de políticas sociais; a ação de atores e ideias na pactuação, formulação e implementação de estratégias de políticas públicas. Trata-se também do desenvolvimento de estudos sobre o Estado e de suas reconfigurações, no âmbito institucional e social, elitista ou nas suas margens, destacando-se pesquisas sobre o sistema de justiça, o policiamento, as prisões e as penas, políticas de segurança; formas de justificação; comportamento judicial, discursos e práticas do direito; construção social da violência e do crime; cidadania e controle social; políticas públicas de combate à injustiça e às desigualdades; ideologias e capacidades estatais.

GEVAC- Grupo de Estudos sobre Violência e Administração de Conflitos

Núcleo de Estudos em Direito, Justiça e Sociedade

LMI-SAGEMM Laboratório Misto Internacional Social activities, gender, markets and mobilities from below (Latin America)

Docentes vinculados

Fábio José Bechara Sanchez, Vera Alves Cêpeda, Isabel Pauline Hildegard Georges, Fabiana Luci de Oliveira, Jacqueline Sinhoretto, Cibele Saliba Risek, Maria da Glória Bonelli